segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Rebeldia

Não sei se os 3 anos é uma idade de viragem, de mudança, se acontece com todos e se daqui em diante será sempre pior, mas a verdade é que me corta o coração ver que o Xani perdeu a doçura de bébé.

Agora não há dia em que não grite, espernei, levante a mão, bata o pé. Quando ouve a palavra "não" ou qualquer coisa não lhe corre de feição, lá vem uma birra, uma contenda, uma batalha perdida e um castigo.

A continuarmos assim a vida dele em casa vai ser passada sentadinho no banco do castigo de lágrimas no rosto e rouco de tanto gritar que não, que não quer e que não gosta.

Por tudo e por nada, porque não quer comer, porque não quer tomar banho, porque quer brincar, porque quer ver um filme, porque o Panda está a cantar, porque quer comer, porque quer tomar banho, porque não quer brincar, porque não quer ver um filme, porque sim e porque não.

E ele grita e eu grito, e ele bate-me e eu bato-lhe e que me arrependo, e que fico doente por pensar que lhe dei uma palmada que me doeu mais a mim que a ele, mas que não há razão para perder a cabeça, e que depois me pede desculpa e diz que me ama, e diz que sabe que me faz partir o coração e promete não repetir, para recomeçar tudo no dia seguinte.

Não sei se é uma fase de rebeldia que está a atravessar, ou se é o escorpião nele a mostrar as pinças, a verdade é que de há uns dias para cá não o entendemos, nem ninguém se entende com ele.

Estou triste porque sinto que perdi o meu bébé e que ele não volta mais.

8 comentários:

spritof disse...

É por isso que temos de aproveitar cada momento... porque o hoje, daqui a um instante já passou e não volta mais... e tudo fica diferente.

Pode ser que essa fase de bébé tenha mudado... era expectável... mas vem agora outra fase igualmente boa... com as suas próprias caracteristicas... e depois outra... e outra... e...

Estou-me a lembrar de um texto que li há cerca de um mês, com uma diferente perspectiva mas que julgo se encaixa muito bem neste tema... mas para não o modificar inadvertidamente... a ver se quando chegar a casa transcrevo parte dele para o meu blog e depois aviso-te...


:)

TM disse...

Que a fase de bébé ia passar isso já era esperado... a "rebeldia" nem tanto... mas essa coisa do crescer nem sempre nos leva pelos melhores caminhos... e depois é com os nossos erros que aprendemos...
E, pessoalmente, acredito que tem bom coração nunca será verdadeiramente mau... Logo.... ;)

Who Am I disse...

Personalidade forte. :) Fase de medição de poder...normal.calmaaa
beijinho grande

Pedro Ferro disse...

Começa aos 3 e acaba aos 4. Tá descansada!

É uma fase que eles inventam apenas para as mães darem o devido valor à sua doçura!

A minha "pikena", c 2 anos e meio, começa já a experimentá-la.

Beijinho e boa sorte!

Gata2000 disse...

spritof - Eu sei que era de esperar a fase de bébé passar, e que todos os dias que passam ele é um pouco mais dele e um pouco menos meu, e isso não só é necessário como até saudável, mas posso queixar-me! :) Ora bolas estou no meu direito de mãe de reclamar. Se me visses de lágrima no canto do olho quando o vi a lavar as mãos sozinho pela primeira vez ias achar que eu era uma tonta, aliás se eu visse uma mãe a fazê.lo certamente que ia achar ridiculo, mas aconteceu-me, porque quando ele nasceu eu era o mundo dele, e agora vê-lo tão crescido e tão autonomo, deixa-me uma certa nostalgia é certo, mas deixa-me também orgulhosa do excelente trabalho que estou a desempenhar, e este é o mais importante trabalho que eu tenho na vida.
:)

Gata2000 disse...

TM - dizem que afinal a rebeldia é normal, é o esticar da corda para ver até onde é que pode pisar o risco e apartir de onde é que a coisa lhe começa a correr mal, escusado será dizer que há dias em que a coisa lhe corre tão mal que quase não sai do castigo, então é vê-lo de banquinho na mão a toda a hora para se poder sentar nele e pensar sobre a asneira que acabou de fazer - e assim se passam umas horas, com lágrimas e choros e até gritos à mistura mas no fim amiga...no fim aquelas mãozinhas sapudas agarram-me as bochechas e olhando-me nos olhos diz-me "és linda" o engraxador...e ei lá lhe acabo por sucumbir aos encantos. È assim o meu filho, Alexandre...o sedutor :)

Gata2000 disse...

WAI - Ora nem mais, e além da personalidade forte que lhe é caracteristica, tinha de ir buscar os genes teimosos da mãe e os contrariadores do pai, oh misturinha danada :)

Gata2000 disse...

Pedro - Acredites ou não, de uma semana para a outra a coisa melhorou, não sei se terá sido porque se cansou de tanto castigo, ou porque quando me exalto grito e aquilo já lhe estava a fazer confusão ao sistema nervoso :) mas esta semana foi mais tranquila, embora não isenta de medição de forças, mas acho que percebeu que há limites e que o melhor e não chegar lá.