terça-feira, 23 de setembro de 2008

A recepção da família




O mundo passou a partir do primeiro dia a ser o seu salão de jogos!

A curiosidade fazia dele um boneco sempre em pé, mas por enquanto ainda deitado. Os primeiros 5 meses foram passados na companhia da mamã e da Puska – a cadela que por ele se apaixonou desde o dia em que lhe pode dar beijinhos nas plantas dos pés.

Foram 5 meses de grande dependência, comer e dormir eram os seus desportos favoritos, pelo menos a mamã achou que até aos 3 meses o Alexandre quase nada fazia senão chorar quando tinha fome - e que fome, já nessa altura saia ao papá, comilão - e depois de ter a barriga cheia, dormir.
A partir dos 3 meses a diferença foi-se notando, os olhos absorviam tudo quanto o rodeava e iniciava a sua exploração, as caras, as vozes, o meu próprio corpo, as luzes, o movimento, razões fortes para começar a dormir menos tempo e aprender tudo quanto podia.

O 5º mês foi a alegria das avós, a mamã voltou ao trabalho e 15 dias foram passados com a bábá Lé, outros 15 dias com a vóvó Lena, foi uma experiência deliciosa para todos, o bebé aprendeu a lidar com novos hábitos e novos lugares, novos cheiros e novas caras, tornando-o aberto ao mundo que ele abraçou sem medos, sem receios.
O Xani foi um bébé muito desejado, o centro das atenções de todos quantos desde cedo o rodearam, o pai chorou no dia em que soube da sua existência, a mãe ansiava poder senti-lo nos braços. As avôs estavam radiantes, os bisas não conseguiam esconder a felicidade de poderem conhecer o seu menino. O tio Tito reservou as manifestações para mais tarde e a Tia Inês sentiu-se verdadeiramente "adulta" em relação aos amigos e colegas.
A Puska sentiu uma ternura imediata por aquele pedaço de gente, suspirando por poder demonstrar-lhe o afecto, cheirando e tocando levemente com o focinho. Um dia fui dar com ela de 4 patas em cima da esperguiçadeira, ele dormia tranquilo, quase diria aconchegado.
Até a vizinha do lado a Martinha de 2 anos se apaixonou assim que o viu, e desde esse dia se tornaram os melhores amigos, passadas 2 semanas do Alexandre nascer, nasceu também aquele que com a Marta iria tornar a sua vida rica em amizades, o Rodrigo, o vizinho de baixo.
Todos os amigos da mãe e do pai acabaram por se render aos encantos do "bébé mais lindo do mundo". Sedutor, brincalhão, meigo, voluntarioso e com ares de quem sabe tudo o que quer, consegue levar à certa quem com ele se relaciona com um sorriso e um brilhozinho nos olhos.

2 comentários:

vanessa disse...

O Xani rapidamente ganhou o estatuto de Príncipe... Não só por ser o primeiro bébé do GANG, mas por ser também absolutamente adorável! É lindo! E o sorriso dele consegue fazer milagres... Além de que, a água é muito amiga dele.. Lol! É um orgulho ter um sobrinho assim. Que dá vontade de abraçar e não largar mais.

Gata2000 disse...

Ele também gosta muito da Tia Vanessa, ou como ele diz, a menina Vanessa.